sexta-feira, 24 de maio de 2013

2 Escolha da profissão

De acordo com a Revista Veja: Metade dos jovens escolhe carreira sem conhecer profissão

 
Dado consta de pesquisa feita com 18.500 estudantes do 3º ano do ensino médio. Jovens são influenciados por pais e por modismo na hora da escolha profissional, dizem especialistas.

Uma pesquisa realizada pela Universidade Anhembi Morumbi com 18.477 alunos do 3º ano do ensino médio na cidade de São Paulo revelou que 59% desses estudantes já escolheram a carreira que querem seguir — nas escolas públicas, o índice chega a 63%. Entre aqueles que já estão decididos, contudo, menos da metade (46%) revelou ter mantido algum contato com a profissão escolhida. O estudo aponta ainda que 27% de todos os estudantes têm dúvidas sobre o mercado de trabalho. "Percebemos que os estudantes se decidem pela carreira sem conhecer a fundo a área de interesse", afirma Luciano Romano, coordenador do levantamento.

A influência exercida pelos pais na escolha da carreira pode ser percebida na predominância de carreiras tradicionais — medicina, direito, arquitetura e urbanismo, engenharia civil e administração são as mais escolhidas. Para Romano, a explicação é simples: "É comum que pais conheçam advogados ou administradores, por exemplo, e, assim, apresentarem essas carreiras aos filhos. Conversas sobre profissões como games e gerenciamento de e-commerce são, é claro, menos frequentes."

Bruna Tokunaga Dias, gerente de orientação de carreira da agência de recrutamento Cia de Talentos, destaca que a atual geração leva muito em conta a opinião dos amigos na hora de tomar decisões, mas que a posição dos pais mantêm peso muito grande nesse momento. Isso porque são eles que, em grande parte dos casos, vão pagar a mensalidade da faculdade. "Frequentemente nos deparamos com pessoas que já sabem o que querem, mas cujos pais não concordam com a decisão e, por isso, se negam a custear os estudos", diz Bruna.

Além da opinião familiar, tradição e remuneração da profissão, os jovens são atraídos pelas carreiras que estão em alta. "Há algum tempo houve uma demanda alta por cursos de hotelaria e turismo, já que essas áreas estavam em evidência. Porém, quando aqueles alunos levados pela ‘moda’ estavam se formado, o mercado já esfriava", conta Bruna. A especialista orienta os estudantes a conciliar aptidões e gostos no momento da decisão. "Influência familiar, modismo e mercado vão mudar. No fim das contas, será você sozinho trabalhando oito horas por dia na mesma área."

A pesquisa foi realizada entre os meses de fevereiro e abril. Foram ouvidos 10.162 mulheres e 8.315 homens — 66% estão na rede privada de ensino e 34%, na pública.

*Com reportagem de Victor Bonini, Veja, 23/05/2013
Share:

2 comentários:

  1. Ainda não me resolvi o que quero "ser" vou pensar muito!! Acho que vou estudar ciências.
    Beijos, Ariane..
    www.diariodostreze.blogspot.com . Visita? boa sexta-feira.

    ResponderExcluir
  2. Só 59%?

    E o resto??

    -> As inscrições para o ENEM 2013 já estão abertas! Como está a sua preparação? Acesse: www.estudajovem.com.br - Estuda Jovem!

    ResponderExcluir

Agradeço sua visita, que Deus te abençoe!

© Ovelha Cor de Rosa All rights reserved | Theme Designed by Seo Blogger Templates